E-Commerce deve faturar R$ 3,76 bilhões no Natal

Melhor data sazonal para o varejo em geral, o período de Natal mexe com as expectativas de todos os lojistas. E, no e-commerce brasileiro que cresce mais a cada dia, não é diferente.

Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o Natal deve movimentar R$ 3,76 bilhões somente nas lojas virtuais nesse ano, representando um crescimento de 29%, em relação a 2011.

A expectativa ainda é que sejam realizados 11 milhões de pedidos, com destaques para as vendas de tablets e smartphones. Os eletroeletrônicos dominam as categorias de produtos mais vendidos no varejo on-line, seguido por: saúde, beleza e medicamentos; moda e acessórios; e livros, assinaturas de revistas e jornais.

“Esperamos um Natal muito positivo para o comércio eletrônico. As lojas virtuais brasileiras vêm se desenvolvendo muito e estão cada vez mais sabendo prestar um bom serviço para o cliente, tanto em preço, como em entrega”, afirma Maurício Salvador, presidente da ABComm.

Para esse Natal, a ABComm ainda criou a “Cartilha do E-consumidor Brasileiro”, que vem para orientar os usuários que desejam realizar compras pela internet a cuidar da segurança, evitando problemas nas transações.