Venda mais no e-commerce

Abrir uma loja virtual para muitos parece uma missão “mais fácil” que abrir uma loja física (convencional). Quando uma pessoa física como eu ou você, ou até uma empresa já instituída lança seu tão esperado negócio na web, começa a criar a expectativa de colher os resultados, frutos de sonhos, planejamento, suor e investimento. É aí que muitas lojas virtuais começam a passar por frustrações destas expectativas não correspondidas.

O que fazer?

Bom, neste artigo estamos presumindo que um plano de negócios foi devidamente realizado então listarei abaixo algumas 8 dicas valiosas, que podem ser totalmente aderente ao seu negócio, entre inúmeras outras que podem não estar aqui e que caberiam num livro ou fruto de uma consultoria para análise das necessidades do seu negócio.

1) Vitrine atrativa

Em muitas lojas que visito vejo produtos muito bons e muitas vezes inovadores, porém um erro fatal é esses produtos não terem uma alta procura ou como diz no jargão dos marqueteiros, não tem o famoso “boi de piranha”. Se analisarmos vitrines de lojas virtuais de sucesso, podemos identificar esses produtos atrativos e com preços espetaculares. Outra técnica muito utilizada e que não é segredo para ninguém é que os Top 5 das categorias de produtos mais vendidas no Brasil, segundo WebShoppers do e-Bit, sempre estão posicionados com destaque na vitrine. Então para que reinventar a roda? Também não queremos desestimular a inovação, mas tem que saber como e onde aplicá-la.

2) Produtos

Seus produtos estão bem descritos? As fotos estão boas? Você não utiliza foto de catálogo, não é? Vale a pena investir num curso para fotografia de produtos para sua loja virtual.

3) Segurança para você e para seu cliente

A maior frustração de um e-consumidor é ser vítima de uma fraude. Para um e-consumidor desconfiado ou precavido, entrar numa loja desconhecida e confiar em passar suas informações pessoais e finalizar um pedido é algo tenebroso, mas existem soluções para isso. Selos de segurança como o Site Blindado, cadeado SSL (Secure Socket Layer) e formas de pagamento que dão garantias para o e-consumidor (e para o lojista), como Pag Seguro e Pagamento Digital, podem ajudar a aumentar a taxa de conversão de visitantes para pedidos.

4) Divulgação

Não é necessário explicar a importância do marketing nos resultados de sua loja virtual, então invista e tente utilizar uma mescla de divulgações on-line e off-line.

5) Promoções

Um bom consumidor adora uma promoção! Estimule o “faro promocional” de seu público-alvo e tente fazer sempre uma nova promoção, não deixando uma lacuna. Eu mesmo já fiz compras on-line depois de ter sido “estimulado” por um cupom de desconto (quem nunca fez?).

6) Design

A primeira impressão é a que fica! A velha máxima é válida também na web, portanto impressione seu e-consumidor com um layout de sua loja virtual exclusivo, muito bonito e clean.

7) Preço

Seus preços estão compatíveis com a concorrência? É tão fácil pesquisar preço na web que acaba sendo um fator de decisão importante para o e-consumidor comprar ou não na sua loja virtual. É importante ter uma rotina no mínimo semanal para realizar uma pesquisa de preços na concorrência e pela Internet é fácil e rápido, e fica melhor ainda com softwares que nos ajudam a fazê-lo como o Sieve.

8) Condições de pagamento

Facilite o pagamento para seu consumidor. Quanto mais variedade e opções de parcelamento, melhor!

Espero que estas dicas sejam úteis para seu negócio e escrevam suas dúvidas para nós.