Luxo continua um ótimo negócio virtual

O mercado de luxo continua surpreendendo, com resultados econômicos acima do esperado mesmo em países em recessão. Segundo uma recente reportagem do New York Times, o Brasil está entre os emergentes mais promissores do segmento de moda, especialmente quando se trata de roupas, sapatos e relógios para homens. O esperado sucesso também reflete nas expectativas do e-commerce.

Algumas das principais lojas virtuais brasileiras de moda são especializadas em vendas de acessórios e roupas de marcas como Gucci, da empresa PPR SA, que obteve crescimento de 22,1% na comercialização de artigos de luxo. O e-commerce desse mercado de imenso potencial precisa ser programado para conquistar o público de classes altas – e também médias. O brasileiro simplesmente gosta de produtos de marca.

Segundo Daniel Ribas, coordenador de novos negócios da JET Tecnologia em Comércio Eletrônico, a comunicação da empresa com o público-alvo é um dos itens de maior importância. Ela precisa estar alinhada às tendências da moda, voltada a meios como internet, revista e também na preparação de eventos. O relacionamento deve ser estruturado para alcançar o nível em que os consumidores de alto padrão se encaixam. “Podemos dizer que o relacionamento VIP no mercado de luxo é essencial.”

Ribas concorda que o luxo atrai empresários interessados, assim como o mercado de moda em geral, que desde os últimos dois anos começou a se destacar no comércio eletrônico. Agora, a categoria está entre as ‘top five’ do setor. Parte dessa guinada foi favorecida pela instituição de ferramentas, como a de realidade aumentada. Por outro lado, o aumento da credibilidade do e-commerce junto ao mercado feminino mudou a realidade da moda e foi justo com produtos exclusivos e de luxo que ela começou a se consagrar.

 

Redes sociais

Como a comunicação é o ponto forte do negócio de moda virtual, as redes sociais precisam estar incluídas no planejamento da empresa. “Mídias especializadas e a rede Facebook são ótimos canais, que possui uma linha de empresas com fan page deste nicho”, de alto valor agregado. “A segurança nas transmissões é um dos pontos, que chamam muita atenção dos compradores de luxo”, finaliza Ribas.